Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Crianças afegãs refugiadas brincam na cidade de Islamabad, Paquistão, em 02/fev/2014.

(Muhammed Muheisen)

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007


A guerrilheira Vera perde o último combate

Morreu ontem, a brava companheira Vera Sílvia Araújo Magalhães. Vera Sílvia foi ativista política de esquerda e lutou contra a ditadura militar nos anos sessenta e setenta. Participou do seqüestro do embaixador norte-americano. Foi presa e barbaramente torturada pela repressão policial-militar do Estado ditatorial. Foi libertada no dia 15 de junho de 1970 (foto do embarque para a Argélia, Vera está sentada por ter tido graves problemas de locomoção devido às torturas na cadeia), em troca de outro seqüestrado, o embaixador Von Hölleben, da Alemanha ocidental, junto com mais 39 presos políticos, entre os quais Apolônio de Carvalho. Mais adiante Vera Sílvia ficou exilada na Suécia, junto com inúmeros outros ex-presos políticos brasileiros. No livro de Fernando Gabeira, "O que é isso, companheiro?", estão relatadas muitas das passagens de Vera e sua luta.

O corpo de Vera Sílvia será cremado hoje, às 11 horas, no cemitério do Caju, no Rio. Ontem, João Batista de Andrade ainda fez esta última homenagem à Vera Sílvia, que também é nossa:

Vera à vera

Vera
à vera
foi a Vera
mais à vera
que já vi

Vera
verteu por nós
as lágrimas
mais salgadas
que já vi

Vera
converteu
os vermelhos
mais vermelhos
que já vi

Vera
subverteu
as mais duras
penas e empenas
que já vi

vai Vera
soprar o vento
da verdade
mais verdadeira
que já vi

Vera
à vera
foi a Vera
mais à vera
que já vi

8 comentários:

lígia coelho disse...

bonito

Anônimo disse...

Vera se foi, mas
será sempre 'gauche' na vida.

bodegueiro™ disse...

Bela e justa homenagem, ela, a Vera, havera de estar bem...

Anônimo disse...

Depois do retorno, continuou atormentada pelas torturas terríveis que sofreu, tal como o Frei Tito. Mas, procurou continuar a luta e ser útil ao seu povo.

Minhas tristezas e sentimentos.

armando

Giza disse...

só que o Tito se matou

giza disse...

perdão... meus sentimentos pela Vera!

Eli disse...

Valeu, Cristóvão!

Eu distribuí esta poesia, hoje, no velório dela. O Felipe, filho dela, gostou muito da homenagem à mãe.
Valeu, mais uma vez.
Eli Eliete

Cristóvão Feil disse...

Abraço, Eliete!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo