Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Simone de Beauvoir e Jean Paul Sartre, no Rio.

terça-feira, 15 de janeiro de 2008


Regressismo em marcha

A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, participou no fim de semana passado de um evento no pequeno município de Engenheiro Coelho (SP) para difundir o criacionismo, doutrina segundo a qual pessoas e animais teriam sido criados por Deus e não moldados pela evolução, conforme a teoria de Charles Darwin (foto).

Sem tocar muito na polêmica do viés anti-Darwin dos criacionistas, Marina falou da ligação entre ambientalismo e valores cristãos.

Ah, bom!

22 comentários:

Anônimo disse...

Até tu, Marina? Já não bastava o medíocre do Kaká? Fundamentalismo delirante é uma praga.
armando

larissa disse...

mas me caiu os butiá dos bolso...

Anônimo disse...

Marinô!

zé fonseca disse...

Nestes tempos de devastação dos recursos naturais, de liberação de transgênicos, privatização da floresta amazônica, se prova que ecologista pra valer só sendo do tipo MELANCIA.Isto é.Verde por fora e vermelho por dentro. Ecologia e capitalismo não combina, ainda mais com defensores de doutrinas creacionistas e antropocentristas.

el barto disse...

mais uma que embarca no intelligent design.

João Baptista disse...

A sra. Marina é evangélica, e agora ficamos sabendo, criacionista.

Outro criacionista (anti-evolucionista) é o Bush Jr., só que ele é batista. Batista-belicista.

Anônimo disse...

Outra que é criacionista é a grande líder do grande PSOL, Heloísa Helena.

Anônimo disse...

Enquanto isso:

O ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, descansa na casa do deputado federal Carlos Wilson (PT), na praia de Porto de Galinhas (PE); ele implantou 6.710 fios de cabelos da nuca na parte superior da cabeça

Perguntas:

Casa em Porto de Galinhas?
Descansa?
Eram esses que fariam a revolução?
Quem contou os fios de cabelos?

Estamos fritos!

armando

S - Porto Alegre disse...

Sem contestar nenhum dos comentários anteriores,mas acho que ela quis falar com o povo desse pequeno povoado do jeito deles!

**** TOMARA que seja isso ****

ou aguardar esclarecimentos dela!

Anônimo disse...

Pode ser, Sueli Halfen. Mas e quando a ministra for conversar com os madeireiros e grileiros do Pará?

E quando ela conversa com as papeleiras que estão acabando com a biodiversidade do RS?

Se ela tem uma conversa para cada interlocutor então ela é a autêntica metamorfose ambulante, certo?

Eduardo Martinez disse...

Ué? Mas Deus não criou assim? Moldados pela evolução?

César xrmr disse...

Absurdo. Seria o mesmo que o ministro da ciência e tecnologia defender o geocentrismo.

eduardo stein disse...

Se este negócio de criacionismo continuar, qualquer dia destes vamos ter que acreditar em cegonha, pé de repolho com nenê no meio e por aí afora. Biologicamente, os criacionistas se atêm a um inseto, o bombardeiro, que para autodefesa de utiliza de uma câmara onde mistura alguns gases, não me perguntem quais, e os expeli em direção ao suposto agressor. Até hoje, não se descobriu como o guapo inseto faz isto. Mas é um prato cheio para os criacionistas. É obra do Criador.

S - Porto Alegre disse...

Caro Anônimo...tu estás muito cheio de " se isso,se aquilo..."Não estou defendendo a Ministra,mas prefiro obter mais informações sérias do tipo
É ... É ELA DISSE MESMO,TÁ LÁ GRAVADO...

abraço

S - Porto Alegre disse...

Cris...com toda a minha ignorância ,acho que deverias colocar a fonte, senão fica difícil comentar.

abraço Sueli

Eugênio disse...

Do PT nada mais me surpreende. O partido está infestado de fanáticos evangélicos e suas absurdas posturas anti-aborto. http://dialogico.blogspot.com/2007/12/enquanto-o-governo-lula-perde-batalha.html
Agora os criacionistas põem as mangas de fora. Bons tempos aqueles em q os de esquerda se assumiam como tal e como ateus, tbém. O q mais vem por aí?

Cristóvão Feil disse...

S - Porto Alegre, saiu ontem em vários jornais. Num site sobre ecologia chegou a sair a gravação da ministra Marina, onde ela comenta a questão do criacionismo. A gravação (audio/vídeo) foi feita por um repórter evangélico. Eu vi e escutei, mas como estava com qualidade baixa (tecnicamente), não coloquei aqui no blog.

Mas aguarde, certamente isso irá repercutir.

Abç.

Eduardo Martinez disse...

Caríssimo Eugênio, só discordo da questão de ser ateu rimar com esquerda. Ninguém é mais ateu que o papa Bento XVI, que o Edir Macedo, que o Bush, o Uribe, o FHC. Eles não acreditam em Deus, acreditam no gênio da lâmpada que realiza seus desejos assim que esfregam a lamparina. Há outros ateus muito mais cristãos que a maioria dos que dizem acreditar em Deus. Se compreendi bem o teu comentário, devo dizer que sou mais de esquerda por ser espírita e cristão (falo do verdadeiro, não do hércules, suposto filho de Deus com uma mortal, adaptado para manipular o revolucionário e encher os cofres das igrejas dos ateus em pele de crentes). Sou de esquerda porque além do que o marxismo revelou sobre as contradições humanas, é o lado do coração que alimenta a fraternidade, a solidariedade, a ética (mesmo pagando com a própria vida) e a esperança no futuro do presente. Acho que esquerda é uma coisa e ateísmo é outra. Há bração.

Eduardo Martinez disse...

Eugênio, li de novo e discordo de outro ponto, mas prefiro o Quintana para dizer em meu lugar:

"O aborto não é, como dizem, simplesmente um assassinato. É um roubo... Nem pode haver roubo maior. Porque, ao malogrado nascituro, rouba-se-lhe este mundo, o céu, as estrelas, o universo, tudo. O aborto é o roubo infinito". (Mário Quintana)

Devemos ter cuidado com os dogmas na esquerda, como ser ateu e a favor do aborto. Não há crime mais absurdo que o aborto, matar um feto é algo que talvez exolique as contradições da esquerda quando chega nos governos. Não há justificativa para nenhum crime, só a ignorância. Desculpe, mas acho um absurdo defender o assassinato de uma criança. Não tem cabimento. Cada um tem o direito de ser e fazer o que quiser, só não dá para aceitar isso como definidor de ser ou não de esquerda.

Outro há bração fraterno.

Ah, eu não tenho nada a ver com os fanáticos evangélicos, católicos ou com a parte do movimento espírita que usa a causa para alavancar seus negócios.

Quando a gente luta pela vida, isso não deve incluir a morte, manter a morte viva rondando a vida das pessoas dentro e fora do útero materno.

O único "aborto" aceitável é o do espermatozóide na camisinha.

O que diferencia a civilização da barbárie é a ética do conhecimento. Se todo adulto sabe o que acontece quando faz sexo, porque setores da esquerda são tão desumanos?

Sobre estupro. É um crime que não justifica outro tão hediondo quanto.

Sobre fetos anencéfalos, a pergunta é: o que sabemos da vida entre nosso nascimento e nossa morte? Será que é o suficiente para tomarmos decisões de tamanha responsabilidade.

Na minha opinião aborto e ateísmo são dogmas iguais a infalibilidade papal e a propriedade privada. Portanto, nada têm a ver com esquerda.

César xrmr disse...

Tamos saindo do tópico, mas enfim:

Interessante notar que o Eduardo Martinez consegue falar bastante sobre aborto sem usar uma única ver a palavra "mulher". Tal ausência parece bem de acordo com suas convicções relacionadas à sua visão da "vida".

sueli halfen ( POA) disse...

Pro Eduardo Martinez:
não tenho nenhuma religião e nem penso se deus existe, e sou mulher e fico pensando que O ABORTO NEGA UMA POSSIBILIDADE .Não cheguei a um consenso comigo mesma e acho que um feto não pertence só a mulher,pois espermatozóide não voa,não é um gameta alado e sem rumo invadindo nossa intimidade de mulher, feito cupim que entra até pelos nossos olhos na fase da sua reprodução.Um feto pertence a 2 pessoas, e elas terão que decidir.
Como um ditado antigo que diz:
"Nunca se nega um copo de água",por enquanto penso que " Nunca se pode negar uma possibilidade "

abraço Sueli

Eduardo Martinez disse...

Não entendi, César. Por acaso é possível julgar minha visão da vida pelo fato de ter afirmado que uma criança não deve ser assassinada antes ou depois de sair do útero, sem mencionar a mulher? Pois não mecionei a mulher exatamente pela oportuna reflexão da Sueli, que lembra que o feto não pertence só a ela, a mulher. Também não esqueci que a mulher estuprada é a vítima que sofre duas violências: o tratamento como coisa, objeto de prazer mórbido; e o resultado disso no ventre quando engravida. Sei que é muito delicada a situação para ser tratada em um comentário. Mas não pude deixar de me manifestar diante de uma apresentação dogmática sobre o tema, que foi colocado como quase unanimidade na esquerda. Só quis dizer o que penso, respeitando opiniões contrárias. César, acredito que sou um cara coerente, fiquei surpreso com tua observação. Acho sinceramente que há um engano e gostaria de esclarecer tua dúvida se expressares exatamente o que pensas a meu respeito, com toda a humildade que eu for capaz de ter. A propósito, respeito e admiro tuas iniciativas na blogosfera, as únicas que conheço, embora discordando algumas vezes.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo