Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Esse macaco-bugio, de nome científico Alouatta guariba clamitans, foi fotografado na localidade de Costa do Oveiro, distrito de Itapuã, município de Viamão (RS), neste janeiro de 2015. Eles vivem há cerca de 7 milhões de anos no local. Pesam cerca de 7 kg e alimentam-se de folhas e brotos. Não são carnívoros (se o fossem já estariam extintos). Esse indivíduo é um macho, tem a pelagem avermelhada. A fêmea é menor e apresenta pelagem escura, quase preta. Segundo a classificação de conservação/extinção do IUCN, esse bugio está na faixa denominada "pouco preocupante", LC (Least Concern).
Que bom!

terça-feira, 10 de junho de 2008


“As governadoras e as fraldas devem ser mudadas freqüentemente, e pelo mesmo motivo”.

Livre adaptação de uma sentença atribuída ao escritor Eça de Queirós (1845-1900), na fotografia.

2 comentários:

Carlos Eduardo da Maia disse...

Grande frase do meu criador.

Anônimo disse...

Papai! Papi! Papi!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo