Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Foto da francesa Vivian Dorothea Maier (1926-2009).

terça-feira, 14 de abril de 2009

Pena Branca e Xavantinho



“Cio da Terra”, uma das mais belas canções da música brasileira, uma autêntica sertaneja de raiz, embora tenha sido composta por dois artistas urbanos, Milton Nascimento, a música, e Chico Buarque, a letra.

Um pequeno resgate da cultura camponesa do Brasil, sempre tão corrompida e deformada pela indústria cultural, pelo mercado fonográfico (hoje, se apagando como vela) e pela chamada “revolução verde” que financeirizou o campo e criou a hipertrofia do agronegócio.

4 comentários:

Átila disse...

Hilário!!:
A grande "ditadura" democrática americana não deve esperar gestos da grande "democracia" ditatorial de cuba.
Ou seja: não se deve esperar cubalançar... Talvez deva-se esperar cubacair....

Anônimo disse...

Deus do céu, tu consegue transformar até música caipira em proselitismo político. Vai pro Jurassic Park, T-Rex.

mário casado disse...

Eu me admiro é do nível e a densidade "cultural" dessa direitalha que agora deu pra vir aqui.

Anônimo disse...

Àtila,

na verdade tu que chegou aqui de Cubalançando. E como bom direitoso vem sempre louvando a democracia mas gosta mesmo é de ver a dita dura

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo