Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Foto da francesa Vivian Dorothea Maier (1926-2009).

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Conhecendo melhor a África


TV pública mostra hoje um belo documentário sobre o continente africano

A série Nova África - que estréia hoje - incluída na nova programação da TV Brasil, mostra imagens e histórias do continente africano que pouca gente conhece. “Falar em África como um todo é tão impróprio quanto falar em América Latina desconhecendo que ela inclui desde o Uruguai até Barbados. Por isso o nome: Nova África" - dizem os produtores da série para a televisão.

Uma nova forma de ver a África”, define Luiz Carlos Azenha, jornalista responsável pela série de 26 episódios que será exibida todas as sextas a partir de 25 de setembro, às 22h, na TV Brasil.

“A cada semana, uma surpresa”, promete o jornalista, para acrescentar: “Tentamos romper com o tom condescendente ou folclórico que é comum nas reportagens de brasileiros sobre a África” - diz Azenha.

Saiba aqui como sintonizar a TV Brasil. Em alguns lugares do País, ela parece clandestina, mas não é.

5 comentários:

Anônimo disse...

Fundamental divulgação!

Valeu.

Anônimo disse...

Os números do crescimento econômico na África nos últimos 10 anos são realmente impressionantes e animadores.

O lado perigoso desse salto é que ele tem ocorrido em grande parte devido aos investimentos pesados da China. Nenhum problema, não fosse o governo chinês famoso por usar artifícios como o suborno sistemático de governantes/burocratas africanos para realizar empreendimentos nem sempre bons para a população (como usinas e exploração mineral completamente predatória).

Que ninguém se surpreende com um futuro desastre ambiental ou humano na África por conta desses investimentos em breve (como acontece o tempo todo na China mas o regime trata de camuflar).

Anônimo disse...

Os investimentos da China seriam mais desastrosos do que os do ocidente insuflando guerras civis e distribuindo AK-47 (a famosa explosão de armas pessoais de destruição em massa) entre grupos rivais para ter acesso a ouro, diamantes e petróleo?
Vamos recordar que o filho de Margareth Tatcher, até mesmo ele, foi preso em um avião lotado de mercenários a caminho de um golpe de estado em um daqueles países.
É difícil que uma fábrica de tecidos resulte em combates e mortes.
Aliás, os chineses que se cuidem, pois os africanos sabem bem se defender.
A ver...

Ricardo disse...

Não precisava nem dizer, estou sempre sintonizado na TV Brasil, ela muito show de bola

Jaime disse...

Ricardo, não confunde TV Brasil com Canal Brasil. Um é público o outro é da Globo.

Onde tu sintoniza a TV Brasil em Porto Alegre?

Eu procurei e não achei. Nem na NET.

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo