Você está entrando no Diário Gauche, um blog com as janelas abertas para o mar de incertezas do século 21.

Morreu hoje (23/out/2014) o grande artista René Burri, um fotógrafo inesquecível.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Direita protocola pedido de CPI para investigar MST


Maus pagadores dos bancos públicos querem retaliar movimento social

A senadora Kátia Abreu (DEM-TO) e o líder do DEM na Câmara, Ronaldo Caiado (GO), ambos representantes da bancada ruralista, protocolaram no Senado pedido de CPI mista (CPMI) para investigar denúncias de repasses de recursos públicos e do Exterior ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

A CPMI pretende investigar denúncias publicadas pela revista Veja e pelo jornal O Estado de S. Paulo de repasses feitos pela administração pública federal e entidades estrangeiras a cooperativas e associações ligadas ao MST para supostamente financiar "invasões de prédios públicos e propriedades rurais", disse a senadora. A informação é da Agência Brasil.

...............................

Muito bem. Sugerimos, agora, que a bancada não-ruralista, que (penso eu) é majoritária no Congresso protocole um pedido de CPI com o seguinte objeto de investigação: examinar todos os passivos bancários, créditos em liquidação e empréstimos incobráveis dos proprietários de terras com áreas superiores a um mil hectares nos bancos da União federal.

Há suspeitas empíricas e evidências factuais que apontam para um patrimônio fabuloso apropriado por tais proprietários rurais, e que de alguma forma não querem ou não podem saldar as dívidas contratadas. Não se trata de denúncia vazia da revista Veja ou do Estadão, mas de fatos conhecidos pelos brasileiros, sabedores da histórica índole velhaca destes tomadores de recursos públicos sem o devido ressarcimento contratual.

Fac-símile: declaração de bens da senadora Abreu, do ano de 2006, onde ela declara um "terreno rural" de 1.268 hectares por 10 mil reais, e outro "terreno rural" de 1.205 hectares por 27 mil reais.
Cara-de-pau.

A rigor, a senadora é proprietária de 4.500 hectares de terras, povoada com 3.500 cabeças de gado de corte, esparramados pelos seus eufemísticos "terrenos rurais".


Clique na imagem para ampliá-la.

5 comentários:

Anônimo disse...

Pois é, esta viuva faceira, que sonega dados e não paga imposto de renda, vem mancomunada com a midia(já que esta jogada ensaiada com a rede sionista midiatica, desde sempre, que levanta suspeitas que servem de argumentos para a direita criminosa que se acostumou a mandar neste pais), agredir o movimento social para esconder a falta de aptidão para o trabalho através dos indices de produtividade.

Como é que vai para frente um pais em que o latifundio, comandado por esta rapariga, já nem homem produz mais, pelo menos nos padrões patriarcais da velha oligarquia.

Se pelo menos pagassem imposto...

Claudio Dode

Nelson Antônio Fazenda disse...

Há alguns anos, a revista Mad estampou uma frase do Alfred E Neuman: "Um país capitalista se faz com homens corruptos e livros caixas rasurados". O Neuman deve ter-se esquecido de acrescentar "e valor de bens aviltados na declaração à fiscalização".

Por outro lado, Feil, há uma vantagem na declaração da senadora. Se forem feitas vistorias nas suas posses e for constatada produtividade insuficiente, a União vai poder indenizá-la pelos valores informados na declaração acima. Estou certo? Ou estaria eu sonhando e não seriam esses os valores que a nobre senadora - trabalhadora incansável pelos mais legítimos interesses do povo brasileiro - cobraria no caso de desapropriação?

Anônimo disse...

tinha era que executar as dívidas desses agropilantras. só.

rodrigo disse...

Agora falando serio uma CPI pra investigar os ruralistas?? emque mundo vivemos? No congresso ou se dividem em bancads por interesse (ruralistas, universidades privadas etc) ou por corporativismo, alguem aqui acha que será instalada uma CPI dessa? alguem ainda acredita que os deputados e senadores estao la pra representar os interesses do povo? Buenas meus amigos e amigas, o filme do pais das maravilhas acabou e ja faz um tempo, ou criamos mecanismos de controle popular direto ou ficaremos refens desse sistema que so alimenta o clientelismo e a pilantragem. a propostio o governo lulu esta dando aulas nesse sentido.
Esta na hora de nossas criticas ganharem um ar de praticidade, saimos dessa nostalgia e combater de frente os inimigos do povo, disputar ideologicamente essa sociedade alias como o MST veem fazendo a anos.

Elvio Silveira disse...

Sim, mas sempre existe o outro lado da questão. E o outro lado, é esse presidente CAGÃO E BUNDA MOLE que e o SR, LULA. Não pdoe se comprar a Getulio Vargas, por esse "singelo' motivo:é um penico desse merdas de Caiados, Dbnes e o diabo. SE ELES PROPUSEREM Lula q beijem o rabo deles ele beija. É borra bost que É MENOS PIOR QUE FHC, claro que é. MAS COM O APOIO POPULAR Q TEM TERIA, DEVERIA, SER MUTITO MAIS. O grande cagão é ele.
Ele é culpado de NUNCA REAGIR, toda tundas de pau, sem necessidade, ele tem toda popularidade SE QUISER ENFRENTAR, ENFRENTA. Mas não quer,É CAGÃO!

Contato com o blog Diário Gauche:

cfeil@ymail.com

Arquivo do Diário Gauche

Perfil do blogueiro:

Porto Alegre, RS, Brazil
Sociólogo